quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

DF: Ônibus do Expresso-DF passará por testes para entrar em circulação em fevereiro de 2014

O primeiro ônibus modelo articulado do "Expresso DF Sul", que integrará uma frota de 62 veículos para realizar o percurso Gama e Santa Maria ao Plano Piloto, foi apresentado pela Viação Pioneira ao governador Agnelo Queiroz nesta segunda-feira (23).

"Esse veículo tem diversos itens modernos e tecnológicos para atender a população com conforto e segurança. A partir de janeiro, vamos iniciar testes e verificar a necessidade de ajustes para que entrem em circulação até fevereiro de 2014", afirmou Agnelo Queiroz, ao visitar o veículo em exposição na Praça do Buriti.

O projetista do Consórcio BRT Sul, Álvaro Gonzalez, informou que um dos testes será feito na primeira estação com obras 100% concluídas, a Granja do Ipê, na Epia Sul, entregue em outubro. "No local, vamos verificar a altura do piso e a distância das portas para analisar se as medidas estão compatíveis com a obra", explicou.

Entre outras características dos ônibus articulados, que serão avaliadas pela Secretaria de Transportes, estão: quatro câmeras internas; quatro telas de vídeo LCD para transmissão de informações para os usuários; ar condicionado; sistema de ventilação independente; além de cadeiras tipo poltrona.

"As portas possuem mecanismo de abertura elétrico, para abrir suavemente, além de sistema antiesmagamento e bloqueio caso o carro esteja em movimento", complementou o engenheiro e gerente de Manutenção da Viação Pioneira, José Estevão da Silva.

Segundo ele, a capacidade será de 40 pessoas sentadas e 90 em pé, totalizando 130. Para aumentar a segurança e a comodidade dos passageiros, os veículos também possuem vidros fumê, que reduzem a incidência solar, e piso com revestimento antiderrapante.

MODERNIDADE - Além da plataforma de embarque para cadeirantes, um grande diferencial é o sistema de 'ajoelhamento'. "Ele permite que o ônibus abaixe até cinco centímetros, em ambos os lados, para facilitar o acesso de idosos e pessoas com deficiência, e isso é uma segunda opção para os cadeirantes, já que a diferença entre o piso e o ônibus nas estações será apenas de três centímetros", enfatizou.

Mais um dispositivo moderno é a tela que liga automaticamente e transmite a imagem de uma câmera instalada atrás do veículo quando o motorista pressiona o botão de ré. "Isso evitará acidentes e atropelamentos, já que o motorista terá uma visão privilegiada do que tem atrás do ônibus", observou Silva.

Os automóveis, já em processo de montagem, têm sistema de diagnóstico de falhas; dispositivos de segurança para evitar movimentos bruscos ao ser freado; motor silencioso com redução de poluentes e sensor para detecção de incêndio.

Além dos 62 ônibus do tipo articulado, haverá mais 38 com capacidade menor (75 passageiros), que circularão no mesmo corredor. Com isso, a frota total da localidade atingirá o quantitativo de 100 veículos.

Fonte: Agência Brasília