sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Goiânia: Com Integração, CMTC exclui bilhete múltiplo

A partir do próximo dia 20 será possível tomar dois ônibus em Goiânia e região metropolitana, pagando apenas uma passagem, sem precisar passar pelos terminais da capital. No entanto ele não poderá mais comprar bilhetes múltiplos. A integração do sistema de transporte coletivo foi anunciada ontem, pelo presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Marcos Massad. “Além de economizar dinheiro, o usuário vai ganhar tempo. Uma pessoa que saia da região noroeste para ir ao Hugo, por exemplo, gastaria uma hora e meia no percurso. Com a integração, passará a gastar apenas uma hora”, explicou.

Todas as linhas permitirão integração. O cadastro de usuários começa a ser feito na terça-feira, dia 13. Depois de entregar xerox de identidade, CPF e comprovante de endereço para a Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC), o usuário recebe o cartão de integração em até dez dias. Quando entrar em vigor o novo sistema, mudará também a rota seguida pelos ônibus. “Pedimos a paciência do usuário neste período de adaptação, que pode durar até 90 dias. Durante este tempo, serão revistos os percursos percorridos pelos veículos, já que muitos deixarão de entrar em terminais”, afirmou Massad.

Os vendedores ambulantes de sit-pass serão proibidos de entrar nos ônibus. O objetivo da proibição é evitar fraudes. “O ambulante, conhecido como piu-piu, só poderá vender bilhetes de uma ou duas unidades”, avisou o presidente da CMTC. De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros (Setransp), Décio Caetano Filho, desde o início deste mês estão suspensas as vendas de bilhetes múltiplos, de cinco, seis e 10 unidades.

“O passageiro que será mais beneficiado é aquele que usa o Eixo Anhangüera, especialmente os que tomam ônibus na Praça da Bíblia e Praça A. Este novo sistema vai resolver a superlotação dos terminais, que já não tinham como crescer”, diz Décio.

A implementação do novo cartão não exclui a integração feita nos terminais, que continua acontecendo normalmente. A princípio serão cadastrados 5 mil usuários. “Mas assim que forem preenchidos os primeiros 5 mil cadastros, colocaremos à disposição outros 5 mil”, garantiu Marcos Massad.

A novidade permite duas integrações por dia, em viagem contínua (não dá pra voltar na mesma linha), e deve acontecer em um período de duas horas, entre a primeira e segunda validação. Para ter um cartão de integração, o usuário precisa retirar a ficha de cadastramento nos Correios, terminais, bilheterias do Eixo Anhangüera ou na loja Sit Pass do Parthenon Center. Depois de preencher o cadastro com os dados pessoais, a pessoa deve levá-lo com os documentos a uma agência dos Correios.

Fonte: Jornal Hoje Notícia (http://www.hojenoticia.com.br/editoria_materia.php?id=27067)